Postagens

Mostrando postagens de agosto, 2016

Postagem em destaque

A incrível velocidade do Go

Imagem
Um dos motivos que gosto do Go (a linguagem de programação, não o jogo), é que ele é extremamente rápido. E não estou falando de utilizar goroutines pois aí é covardia. Estamos migrando um sistema de Coldfusion para Go e PHP e uma das rotinas insere um registro no banco de dados no início e outra no fim do processo. Pense como se fosse um log, mas um log específico para essa rotina. Dessa forma: 2023-05-18 17:45:03. 687     ... [processaImagem] Incorporando imagem 2023-05-18 17:45:03. 688     ... [processaImagem] Imagem incorporada Entre o inicio e o final do processamento levou 1ms. Até aí, tudo bem, se não fosse o fato dessa tabela ter o campo timestamp como parte da chave primária. Se reparar, o tempo é definido em milissegundos. Com o Coldfusion esse processo dura cerca de 20ms. Simplesmente migrando para Go, o tempo caiu muito, para menos de 1ms e assim, começou a dar erro de chave duplicada. A solução? Depende, sempre depende. No nosso contexto, a mais simples foi feita, pois nã

Tesouro do Juventude

Imagem
Estava conversando sobre enciclopédia (se você tem menos de 30 anos, pergunte a seus pais) com alguns colegas e lembrei de uma que eu tive: Tesouro da Juventude. Passei muito tempo envolvido por aquelas páginas de papel couchê! Mesmo sendo uma obra dos anos 50 (se não me engano) havia muito o que ler: o livro dos Porquês, Contos, As Belas Ações. Acho que li todos os 18 volumes. Duas vezes.

A uma deusa

Os fortes entenderão! Gongorismo pouco é bobagem! A UMA DEUSA (Luiz Lisboa, do Maranhão) Tu és o quelso do pental ganírio Saltando as rimpas do fermim calério, Carpindo as taipas do furor salírio Nos rúbios calos do pijom sidério. És o bartólio do bocal empírio Que ruge e passa no festim sitério, Em ticoteios de partano estírio,  Rompendo as gâmbias do hortomogenério. Teus lindos olhos que têm barlacantes São camençúrias que carquejam lantes, Nas duras pélias do pegal balônio.  São carmentórios de um carce metálio, De lúrias peles em que pulsa obálio, Em vertimbáceas do pental perônio.

Gramado: Hotel Casa da Montanha

Imagem
Gramado é um lugar que posso dizer que conheço bem, pois há uns 15 anos vou pra lá praticamente todos os anos. No final de julho, voltei pra lá e fiquei hospedado no hotel Casa da Montanha . Um bom hotel, muito bem localizado (próximo da rua Coberta). Alias, a localização do hotel é um ponto muito importante para quem vai para Gramado. Na maior parte das vezes fiquei hospedado em hotéis entre Gramado e Canela. E toda vez que ia para o centro de Gramado, tinha dificuldades para estacionar o carro. Outra opção é utilizar o serviço de transporte que alguns hotéis oferecem. Existem alguns que possuem vans que saem de hora em hora para o centro de Gramado. Mas voltando ao Hotel Casa da Montanha, os pontos fortes, além da localização, são: - Atendimento. Todos os funcionários são muito atenciosos e educados; - Café da manhã. Boa diversidade e ótima qualidade; - Piscina. Mesmo com as baixas temperaturas externas, a piscina estava ótima. Não gostei de algumas coisas no hotel, mas não