Medo de voar? Agora tenho!

Suponha que, como grande parte da população, você tenha medo de voar. Até aí, nada demais. Todas as noites antes do voo, deitado em sua cama, você tenta não pensar no voo que vai fazer daqui a uns dias.

Até que finalmente esse dia chega. No deslocamento para o aeroporto, sozinho no banco de trás do táxi, não tem jeito – o medo de voar começar a aflorar. Com a correria atual dos aeroportos não dá nem tempo de sentir medo. Até que você fica sentado na sala de embarque e começa a ficar com medo de novo.

Você embarca, ajeita seus pertences da melhor maneira possível (afinal, "durante o voo eles podem se deslocar"), senta e fica esperando o pessoal enrolado (sempre tem, em todos os voos). Ao seu lado, senta um homem de meia idade (não, não foi dessa vez que uma linda loira sentou ao seu lado), com tablet, celular. Você pensa: "esse aí não tem medo de voar, tá sempre viajando!".

Finalmente, o avião se posiciona para levantar voo e você pensa: "Que se dane! Agora vai ou racha" (como se fosse um último suspiro de coragem). O avião então decola e aos poucos seu medo vai ficando para trás.

Até que de repente surge um maluco, gritando que o homem nunca foi à lua todos vão morrer, entre outras coisas. Você não dá muita bola, até notar que o maluco está vestido de … piloto! [Flashback_ON]Cena do filme "Apertem os cintos, o piloto sumiu!"[Flashback_OFF]. Por fim, os passageiros conseguem dominar o sujeito.

Ruim isso, não? O pior é que isso aconteceu mesmo: Piloto que ‘surtou’ em voo nos EUA estava em pânico, dizem autoridades.

Só faltou ele pegar um pára-quedas, abrir a porta e se jogar. Aí sim, "Apertem os cintos, o piloto sumiu!". Medo de voar? Agora tenho!

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Netflix não mostra ícone de streaming

Concorrência com GO

Problema ao transferir arquivos grandes via FTP