Jelly Bean, primeiras impressões

Com 5 dias de utilização já dá para ter uma ideia do que o Jelly Bean (Android 4.1.1) traz de bom (e de ruim). As principais novidades que identifiquei foram:

Notificações: Ocupam mais espaço, e dessa maneira, trazem mais opções de interatividade ao usuário. Por exemplo, quando você recebe um email, uma boa parte dele aparece nas notificações. 

Project Butter: A transição mais fluída entre as telas, realmente ficou melhor. Não sei se realmente ficou mais rápido, mas a sensação que dá é que ficou.

Google Now: Ainda não consegui fazer testes consistentes com a voz, mas mesmo assim ele já traz algumas coisas interessantes, como o tempo de trajeto até em casa e a previsão do tempo, por exemplo. 

Mas não se  deixe enganar, pois ele é muito mais que isso. Se você fizer uma pesquisa por AC/DC e a banda for fazer um concerto próximo, ele avisa. Ou então, quando você está viajando, ele mostra fotos de locais próximos.


Modo de bloqueio : Desativa alguns recursos (chamadas, notificações, alarme e LED), em um determinado período. Gostei bastante, agora das 22:00 às 07:00 nada de LED piscando!

Mas encontrei um problema. O consumo de bateria aumentou e meu palpite é que o culpado é o Google Now, que fica monitorando diversos recursos e situações para gerar informações.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Como aprender a programar

Netflix não mostra ícone de streaming

Google Hacking