Postagem em destaque

A incrível velocidade do Go

Imagem
Um dos motivos que gosto do Go (a linguagem de programação, não o jogo), é que ele é extremamente rápido. E não estou falando de utilizar goroutines pois aí é covardia. Estamos migrando um sistema de Coldfusion para Go e PHP e uma das rotinas insere um registro no banco de dados no início e outra no fim do processo. Pense como se fosse um log, mas um log específico para essa rotina. Dessa forma: 2023-05-18 17:45:03. 687     ... [processaImagem] Incorporando imagem 2023-05-18 17:45:03. 688     ... [processaImagem] Imagem incorporada Entre o inicio e o final do processamento levou 1ms. Até aí, tudo bem, se não fosse o fato dessa tabela ter o campo timestamp como parte da chave primária. Se reparar, o tempo é definido em milissegundos. Com o Coldfusion esse processo dura cerca de 20ms. Simplesmente migrando para Go, o tempo caiu muito, para menos de 1ms e assim, começou a dar erro de chave duplicada. A solução? Depende, sempre depende. No nosso contexto, a mais simples foi feita, pois nã

Boot via USB

Primeiro usávamos os disquetes de 5'1/4", depois os disquetes de 3'1/2, depois os CDs, depois os DVDs e hoje em dia, usamos os pendrives para fazer o boot. Vide os ultrabooks e macbooks e afins que não possuem mais drive de CD/DVD.

Para mostrar a importância do boot via USB vou citar um caso recente que ocorreu comigo. Eu tinha o Windows 7 e resolvi instalar o Windows 8. Comecei mudando as partições do meu HD e para isso usei o Ultimate Boot CD, que traz algumas ferramentas muito úteis para manuteção do micro. Considero praticamente obrigatório para quem gosta de fuçar nas entranhas dos computadores.
Apesar do nome, é possível gerar um pendrive bootável da imagem ISO do Ultimante Boot CD. Inclusive ele tem orientações sobre como fazer isso. Entretanto, é um pouco trabalhoso, se formos seguir esse método.

Como sempre em informática, existe uma outra maneira (mais fácil) de se fazer isso. Eu utilizo um software chamado UNetbootin, que facilita esse processo de gerar o boot em uma unidade USB.
Basta selecionar "Imagem do disco", a imagem ISO, o drive USB e clicar em OK. Pronto, você tem um pendrive bootável. Lembrando que a imagem ISO pode ser de qualquer S.O., até um Windows 95, se você quiser.



Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Netflix não mostra ícone de streaming

Google Hacking

FTP não funciona no PHP