Duração da bateria, smartphones e celulares

No blog oficial na Nokia, foi feita uma pesquisa sobre o que seria mais importante que a duração da bateria. As principais respostas foram:
- 38% acham a bateria o ponto mais importante;
- 25% consideram a conectividade (3G e WiFi);
- 17% sacrificariam a bateria em troca de multimídia;
- 13% preferem uma tela grande;
- 7% priorizam o tamanho.

Essa pesquisa, informal é verdade, pode ser comparada com outra, também informal, que mostra que a prioridade (para os leitores do blog) é mesmo a duração da bateria.

E a Nokia deve levar isso a sério, tanto que lançou um celular, o X1-00, cuja bateria dura (segundo o fabricante) incríveis 61 dias. Está certo que deve ser sem usar, com tudo que é possível desligado, mas mesmo assim é um número que impressiona.

Do mesmo modo que para mim a bateria (junto com o tamanho) é o ponto principal, para outros a conectividade ou multimidia é o essencial. Por isso não adianta tentar dizer à um heavy-user (aqueles que tem centenas de apps instalados e ligam até cafeteria no smartphone), que a duração da bateria é um problema. Logicamente se durasse mais seria melhor, mas o sujeito comprou o smartphone porque pode ligar uma cafeteria, senão compraria um celular. Além disso, ele já deveria estar ciente da duração da bateria no momento da compra.

Por vários motivos, ainda não vejo necessidade de comprar um smartphone:
- trabalho com computador e em casa tenho um desktop e um notebook;
- não gosto muito das redes sociais (clique aqui);
- normalmente os smartphones são grandes;
- o preço do smartphone é alto;
- a bateria dos smartphones não dura muito.

Meu celular atual, por exemplo, é um Nokia X3-02, que comprei justamente por ter uma bateria de boa duração, ter conectividade WiFi, touchscreen e uma câmera de 5 megapixel. Para mim é o suficiente, por enquanto.

Ainda mais se levarmos em conta que nos anos 90 (sim, já existia serviço de celular no século passado - ruim pacas, mas existia) era comum ter que carregar a bateria do celular toda noite. Lembro que tive até um carregador externo e uma bateria sobressalente. Acho que talvez seja por isso que a duração da bateria seja importante para mim.

Já existem diversas páginas dando dicas de como melhorar a autonomia da bateria dos smartphones, principalmente se for Android. Veja aqui, aqui, aqui e mais aqui. Mas basicamente elas tocam no mesmo ponto: desligue o que não está usando. Mesmo assim o ganho não é grande e você acaba transformando seu iPhone num celular comum. Tá certo, não num celular comum, mas você estaria jogando fora cerca de R$ 1.000,00 dos R$ 1.600,00 que pagou.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Netflix não mostra ícone de streaming

Concorrência com GO

Problema ao transferir arquivos grandes via FTP