Artigo 3 - Do XT ao Pentium

(Publicado originalmente entre 1994/95)

Os microcomputadores evoluíram muito desde os primeiros XT, que executam 0,3 MIPS (milhões de instruções por segundo) até os atuais PENTIUM II que podem executar centenas de MIPS. Essa evolução foi marcada principalmente pela capacidade com que os micros computadores podem lidar com as informações.

O XT, que foi lançando em 1978, possui a capacidade de processar dados usando 16 bits e acessa a memória com 8 bits.

O próximo passo da evolução foi o processador 80286, ou simplesmente, 286, que opera internamente e acessa a memória em lotes de 16 bits.

O surgimento do 386 já não foi tão simples, pois ele foi subdividido em mais duas categorias: SX e DX. A diferença entre o 386SX e o 386DX é que o primeiro opera internamente com 32 bits e acessa a memória com apenas 16 bits, enquanto o 386DX executa ambas as funções em lotes de 32 bits.

Assim como o 386, o 486 também foi subdividido em SX e DX, mas neste caso ambos operam internamente com 32 bits e acessam a memória com 32 bits. A diferença aqui, refere-se ao fato de que apenas o 486DX possui o coprocessador aritmético(1).

Além disso, a família dos 486 reserva ainda mais dois membros: o 486DX2 e o 486DX4, que operam externamente com a metade e um quarto do seu clock(2) interno. A degradação no desempenho, é minimizada pelo fato de que os dispositivos externos serem mais lentos e internamente o processador trabalhar com o clock máximo.

Por fim, temos o PENTIUM (80586), que possui um barramento(3) externo de dados capaz de processar 64 bits de uma só vez. Ainda na família PENTIUM temos o PENTIUM MMX que tem instruções multimídia, o PENTIUM PRO que tem o cache encapsulado junto à CPU e finalmente o PENTIUM II, que tem as características do PENTIUM MMX e do PENTIUM PRO juntas.



(1) Processador especializado em realizar cálculos.
(2) Velocidade do processador, medida em MHz.
(3) Conjunto de conexões paralelas.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Como aprender a programar

Netflix não mostra ícone de streaming

Google Hacking