Artigo 9 - Próximo passo

(Publicado originalmente entre 1994/95)

Existe uma lei em informática que diz que a cada 18 meses a capacidade de processamento dos computadores dobra. Mais do que qualquer outra coisa, isso mostra a espantosa velocidade que o mundo da informática evolui.

Quem poderia imaginar que uma reles agenda eletrônica de R$ 30,00 possuísse mais capacidade de processamento que os primeiros computadores? No início dos anos 70, até mesmo pessoas bem conceituadas, como um dos gerentes da toda poderosa IBM, disse que não existia mercado, no mundo todo, para mais de 4 ou 5 computadores. Talvez por isso, em informática, todos evitem fazer previsões.

Já a algum tempo que os preços dos computadores fixaram-se na faixa de R$ 1.300,00, apesar de serem modelos diferentes. No começo dos anos 90, por esse preço comprava-se um 386 SX-33, 2 MB RAM, HD 40 MB, monitor monocromático. Atualmente, pelo mesmo preço você adquire um Pentium 166 MMX, 32 MB RAM, HD 2,1 GB, monitor color. Talvez daqui a dois ou três anos todos tenham um notebook com baterias que durem alguns dias, processador de 500 MHz, 64 MB RAM, HD 10 GB, tela de matriz ativa, pelos mesmos R$ 1.300,00. Mas ao que parece o próximo passo em termos de evolução está em novas formas de armazenamento de dados - técnicos da IBM, já conseguiram, em laboratório, armazenar mais de 10 GB de informações no espaço equivalente ao tamanho de uma unha.

Quem sabe surja uma nova tecnologia para a acesso a Internet que permita uma velocidade e uma qualidade que se possa ter imagens e sons em tempo real sem nenhuma perda de qualidade a um preço razoável. Se bem que as companhias telefônicas talvez não gostem muito do fato de você poder fazer uma ligação internacional, ficar várias horas conectado, falando (e vendo) com pessoas do outro lado do mundo por apenas R$ 0,16.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Como aprender a programar

Netflix não mostra ícone de streaming

Google Hacking